Pesquisar

17º Concílio das IRB’s em Esperança-PB

ATA DO 17º CONCÍLIO DAS IGREJAS REFORMADAS DO BRASIL OCORRIDO DURANTE OS DIAS 21 A 26 DE NOVEMBRO DE 2011 EM ESPERANÇA-PB.

Artigo 1. Abertura pela igreja organizadora: As 15h15 do dia 21 de novembro de 2011. O Pr. Laylton Coelho de Melo, moderador da igreja organizadora, deu as boas vindas aos delegados e visitantes. Após isso todos foram convidados a abrirem a Escritura no Apocalipse 1. A Palavra foi explanada e aplicada para a nossa realidade. Depois foi feita uma oração ao Senhor Deus Pr. Manoel Luís Ferreira. Foi cantado o Hino “Da Igreja o Fundamento”.

Artigo 2. Verificação das credenciais: 1. Pr. Manoel Luís Ferreira (IR de Unaí-MG); 2. Pr. Laylton Coelho de Melo e Pb. Ailton Borges Gonçalo (IR Esperança-PB); Pr. Adriano Alves da Gama e Pb. Lucio Mauro Manoel da Silva (IR Grande Recife-PE); Pr. Abram de Graaf (Congregação Missionária da IR de Hamilton em Maceió-AL); Pr. Flávio José da Silva e Pb. Moizés Lins dos Santos (IR de Maragogi-AL). Observou-se e lamentou-se a ausência de delegados da Igreja Reformada de Cabo Frio (RJ) e de um segundo delegado da Igreja Reformada em Unaí. Os delegados exortaram às igrejas a se esforçarem no envio de seus delegados aos Concílios.

Artigo 3. Demonstração confessional: Todos os delegados foram convidados a demostrarem a submissão e respeito as confissões. Os delegados se levantaram em demonstração à aceitação e respeito às Três Formas de Unidade.

Artigo 4. Constituição do Concílio: O Concílio foi constituído. 

Artigo 5. Eleição da Mesa: Pr. Laylton Coelho de Melo (moderador); Pr. Manoel Luís Ferreira (vice-moderador); Pr. Kauikwagner Jales do Nascimento (primeiro secretário); Pr. Adriano Alves da Gama (segundo secretário).

Artigo 6. Determinação do método de trabalho: A moderação concederá a palavra mediante lista de inscrição. Haverá três rodadas fixas. Contudo, caso seja necessário, a moderação concederá novas rodadas.

Artigo 7. Determinação horários das sessões do Concílio: As sessões serão: 08h30-12h00; 14h00-17h00. As sessões noturnas ficarão à disposição da mesa moderadora.

Artigo 8. Estabelecimento e aprovação da pauta: A pauta foi aprovada conforme abaixo:

  1. ABERTURA PELA IGREJA ORGANIZADORA:
    1. Boas-vindas aos delegados;
    2. Leitura bíblica;
    3. Oração;
    4. Cântico.
  2. VERIFICAÇÃO DAS CREDENCIAIS:
  3. DEMONSTRAÇÃO CONFESSIONAL:
  4. ELEIÇÃO DA MESA:
    1. Moderador;
    2. Vice-moderador;
    3. Secretário;
    4. Vice-secretário.
  5. CONSTITUIÇÃO DO CONCÍLIO:
  6. DETERMINAÇÃO DO MÉTODO DE TRABALHO:
  7. DETERMINAÇÃO DOS HORÁRIOS DE TRABALHO:
  8. ESTABELECIMENTO DA PAUTA:
    1. Escolha de conselheiros para Concílio
    2. Correspondências:
    3. Propostas e pedidos:
      1. Relatório e proposta dos visitadores eclesiásticos – Situação e pedido de exame do pastor Kauikwagner Jales do Nascimento;
      2. Proposta da IRB em Esperança – Ajuda financeira para o pastor Kauikwagner Jales do Nascimento;
      3. Pedido da IRB em Cabo Frio – Exame de Admissão de Seminarista;
      4. Propostas da CCIE – Proposta de Política para Estabelecimento de Parcerias no Desenvolvimento de Projetos e Proposta de acordo de cooperação.
  9. ASSUNTOS FIXOS
    1. Relatório dos visitadores eclesiásticos:
    2. Relatório das comissões:
      1. Relatório Interino da CREIB (Comissão de Relacionamento Eclesiástico com Igrejas no Brasil);
      2. Relatório Interino da CCIE (Comissão de Contatos com Igrejas no Exterior);
      3. Relatório Interino da CLIREF (Comissão de Literatura Reformada);
      4. Relatório Interino da CATC (Comissão de Acompanhamento do Trabalho em Colombo);
    3. Relatório das contas da confederação:
    4. Pedidos de conselho:
  10. ENCERRAMENTO:
    1. Notícias das igrejas;
    2. Assinatura do contrato dos seminaristas;
    3. Data do próximo Concílio e igreja organizadora;
    4. Comentários individuais;
    5. Censura fraternal;
    6. Aprovação de ata;
    7. Oração;
    8. Cântico final;
    9. Encerramento do Concílio.

Artigo 9. Correspondências: Foram recebidas as seguintes correspondências: 1. Carta da Igreja Reformada de Cabo Frio-RJ (vide anexo). A carta apresenta os motivos da ausência dos seus delegados e pede as devidas desculpas. 2. Carta da Congregação Missionária em Maceió referente a conta para receber recursos da C3. A carta declarou que há uma conta destinada para C3 e que está inoperante. A congregação em Maceió consultou as igrejas sobre a manutenção dessa conta ou do fechamento dela. Ela sugere que se for escolhido o fechamento, então, que seja feita uma auditoria. O Concílio esclareceu à Congregação de Maceió que a conta serve à CCIE. Sendo assim, justifica-se a manutenção da mesma. 3. Carta da Mission Board de Surrey. Essa correspondência será colocada no ponto da pauta que tratará o relatório interino da CCIE. 4. A carta da Maragogi sobre o trabalho em Colombo. Foi discutido tratar esta carta junto com o relatório interino da CATC (veja 9.2.4 da agenda).

Artigo 10. Notícias das Igrejas: Igreja de Maragogi fez uso da palavra. Seus delegados descreveram a área de trabalho e o seu progresso na região. Os trabalhos evangelísticos são feitos. Foi iniciado um grupo de treinamento de homens no terceiro domingo de cada mês. Em média são 22 homens que participam desses estudos. É um trabalho inicial, mas tem trazido alegrias para igreja, pois visa fortificar as famílias e produzir futuros oficiais. Apesar disso, foi citado que a igreja tem passado por muitas dificuldades, pois há um trabalho grande e poucos homens. Essa luta tem sido mais dura, pois muitas seitas pentecostalistas têm invadido a cidade. Essas seitas tem recebido apoio das autoridades municipais e elas promovem movimentos grandes e que influência muito Maragogi. Os delegados apresentaram que necessitam de um programa de rádio, para que o evangelho seja anuncia de modo mais abrangente. Os outros delegados encorajaram a nossa igreja irmã a continuar na luta e contar com suas orações e apoio.

Artigo 11. Censura fraternal: Foi feito o uso da palavra.

Artigo 12. Palavra do representante Mission Board da Igreja Reformada de Surrey (Canadá): Foi dada a palavra ao representante a Mission Board, o qual  trouxe as saudações de Surrey e rogou as bênçãos do Senhor sobre o Concílio.

Artigo 13. Encerramento da sessão da tarde do dia 21 de novembro de 2011: Foi encerrada com uma oração ao Senhor Deus feita pelo Pb. Lucio Mauro. Em seguida, foi cantado o Salmo 133. 

Sessão da manhã – terça, dia 22 de novembro de 2011

Artigo 14. Abertura da sessão: O Pr. Abram abriu a sessão com uma leitura da Palavra de Deus em Êx 18. Após isso, foi cantado o Salmo 48 e feita uma oração ao SENHOR Deus pelo Pr. Abram de Graaf.

Artigo 15. Leitura e aprovação dos artigos 1-13 da ata: Ata lida e aprovada.

Artigo 16. Relatório e proposta dos visitadores eclesiásticos – Situação e pedido de exame do pastor Kauikwagner Jales do Nascimento: 

1. Admissibilidade: Admissível

2. Material: Relatório dos visitadores eclesiásticos

3. Observações:

1. O relatório mostra, com base na história reformada, como se deu o recebimento de pastores de outras igrejas não reformadas.

2. Apresentou de modo claro a situação do Pr. Kauikwagner Jales do Nascimento;

3. O relatório apresenta as seguintes sugestões para o concílio:

“1) O Concilio aceite esse relatório e faça algumas recomendações para o pastor Kauikwagner, que pediu um exame pelo conselho de Esperança, a fim de ser recebido como pastor da Confederação das Igrejas Reformadas do Brasil;

2) O Concilio aconselha o pastor Kauikwagner:

a) Que ele estude integralmente durante um período de seis meses para melhorar o seu conhecimento da exegese tanto do Antigo como também do Novo Testamento; e também da Política Eclesiástica e da Diaconiologia;

b) Que ele procure um acompanhamento dos missionários do centro teológico “João Calvino”;

c) Que ele se apresente ao primeiro concilio das IRBs em 2012 para ser examinado para que possa ser apresentado às igrejas como um pastor que está disponível para receber um chamado de uma das igrejas reformadas no Brasil.”

4. Considerações:

1. Considerando que algumas questões levantadas durante a discussão não foram apontadas na proposta que está na mesa;

2. Considerando que o concílio não tem os dados financeiros para decidir sobre o custo com a manutenção do pastor Kauikwagner no CETIRB;

3. Considerando a importância de ouvir o próprio pastor Kauikwagner sobre sua ida ao CETIRB durante o período e condições propostas.

O Concílio decidiu quanto ao modo de tratar o artigo em questão:

1. Ouvir a reação do pastor Kauikwagner sobre a proposta dos visitadores eclesiásticos; 

2. Nomear uma comissão interna para elaborar uma proposta que melhore a proposta dos visitadores eclesiásticos;

3. Apresentar e discutir a proposta dos visitadores eclesiásticos na sessão de quarta-feira pela manhã.

Artigo 17. Escolha da Comissão Interna: A comissão será constituída pelos seguintes irmãos: Pr. Abram de Graaf, Pr. Manoel Luís e Pb. Lucio Mauro.

Artigo 18. Considerações do Pr. Kauikwagner Jales do Nascimento sobre a proposta dos visitadores eclesiásticos (ponto 1. da decisão do Artigo 16 desta ata): O concílio convidou o Pr. Kauikwagner Jales do Nascimento, que deu seu parecer quanto a proposta dos visitadores ao concílio. Em seguida, os delegados fizeram perguntas com base nas considerações dele. As respostas do Pr. Kauikwagner foram suficientes para prosseguirmos com a decisão do artigo 16 desta ata.

Artigo 19. Censura Fraternal: Foi feito o uso da palavra.

Artigo 20. Encerramento da sessão da manhã: A sessão foi encerrada com o “Salmo 117 b” e uma oração feito pelo Pb. Ailton Gonçalo.

Sessão da tarde – terça, dia 22 de novembro de 2011

Artigo 21. Abertura da sessão: O Pr. Laylton Coelho abriu a sessão com uma leitura da Palavra de Deus em 1 Jo 3.1. Após isso, o moderador dirigiu uma oração ao SENHOR Deus.

Artigo 22. Proposta da IRB em Esperança: O concílio resolve deixar esse assunto para a sessão da manhã do dia 23.

Artigo 23. Pedido da IRB em Cabo Frio (RJ): Exame de seminarista.

1. Admissibilidade: Admissível

2. Material: Pedido da Igreja Reformada em Cabo Frio (RJ)

3. Observação:

1. A igreja em Cabo Frio encaminhou um pedido baseado nas decisões conciliares (especialmente conforme Concílio Maragogi-nov/2006, Ata, Art. 5.5);

2. O pedido se refere ao seguinte irmão: Marcel Mattos Tavares.

4. O Concílio decidiu:

1. Aceitar o pedido da Igreja Reformada em Cabo Frio;

2. Escolher os seguintes examinadores e seus suplentes:

Conhecimento das Confissões: Pr. Flávio José da Silva – Suplente: Pr. Adriano Gama

Conhecimento do AT: Pr. Manoel Luís Ferreira – Suplente: Pr. Alexandrino Moura 

Conhecimento do NT: Pr. Elissandro Rabêlo– suplente: Pr. Thyago Lins

3. O exame seja efetuado no próximo concílio.

Artigo 24. Proposta da CCIE quanto a política para estabelecimento de parcerias no desenvolvimento de projetos e proposta de acordo de cooperação.

1. Admissibilidade: O tratamento do ponto é inadmissível, pois chegou após os 30 dias estabelecidos, para que propostas sejam encaminhadas aos concílios.

Artigo 25. Relatório dos visitadores eclesiásticos da visitação feita a Igreja Reformada em Esperança: 

1. Admissibilidade: admissível

2. Material: 1. Relatório lido ao concílio.

3. Observações:

1. Houve perguntas e as mesmas foram respondidas satisfatoriamente;

2. Foram dados conselhos a referida igreja.

3. O concílio agradece o trabalho dos visitadores eclesiásticos;

4. O concílio rende graças a Deus pela obra do Senhor na Igreja Reformada em Esperança-PB.

Artigo 26. Censura fraternal: Foi feito o uso da palavra.

Artigo 27. Encerramento da sessão: Encerrou-se a sessão da tarde com o cântico Salmo 42 e uma oração feita pelo Pr. Adriano Gama.

Sessão da manhã – quarta, dia 23 de novembro de 2011

Artigo 28. Abertura da sessão: O Pr. Manoel Luís Ferreira abriu a sessão com uma leitura da Palavra de Deus em Salmo 133. Após isso, foi cantado o Salmo 133 e feita uma oração ao SENHOR Deus pelo Pr. Manoel.

Artigo 29. Ausência de delegado: O delegado da Congregação Missionária de Maceió, por motivo de força maior, teve que deixar o Concílio e retornar para Maceió.

Artigo 30. Leitura e aprovação dos artigos 14-27 da ata: Ata lida e aprovada.

Artigo 31. Proposta da comissão interna que melhore a proposta dos visitadores eclesiásticos quanto ao Pr. Kauikwagner Jales do Nascimento (conforme Artigo 16 desta ata):

1. Admissibilidade: admissível

2. Material: Relatório da comissão interna

3. Observações:

1. O Pr. Abram de Graaf, membro eleito pelo Concílio para essa comissão, não pôde assinar o relatório da comissão (vide Artigo 29 desta ata).

4. Considerações:

1. Visto que a proposta dos visitadores eclesiásticos atende, em sua maior parte, às necessidades referente a definição da situação do Pr. Kauikwagner; e

2. Sendo claro que o pedido de exame fica sob a responsabilidade do candidato;

5. O Concílio decidiu:

Aconselhar o Pr. Kauikwagner Jales do Nascimento que:

1. Ele estude adequadamente para melhorar seu conhecimento em exegese tanto do Antigo quanto do Novo Testamento; Política Eclesiástica e Diaconologia;

2. Ele procure acompanhamento dos missionários no Centro Teológicos João Calvino; e, ou, da Faculdade Internacional de Teologia Reformada (Fitref);

3. Ele peça para ser examinado em um concílio, e, sendo aprovado, possa ser apresentado às igrejas como um pastor que está disponível para receber chamado de uma das igrejas reformadas do Brasil.

Artigo 32. Relatório interino da CREIB:

1. Material: Não houve um relatório.

2. Observações:

1. O Concílio lamentou a inexistência de um relatório interino;

2. O Concílio exortou a comissão a cumprir o seu mandato que, conforme as decisões conciliares, inclui o envio de relatórios interinos aos concílios.

Artigo 33. Relatório interino da CCIE:

1. Admissibilidade: Admissível.

2. Material: 1. Relatório.

3. Observação:

1. O relatório mostrou as atividades desenvolvidas pela comissão.

4. O Concílio decidiu:

1. Agradecer a CCIE pelo trabalho feito;

2. Receber o relatório.

Artigo 34. Relatório interino da CLIREF:

1. Admissibilidade: Admissível.

2. Material: 1. Relatório.

3. Observação:

1. O relatório mostrou as atividades desenvolvidas pela comissão.

4. O Concílio decidiu:

1. Agradecer a CLIREF pelo trabalho feito;

2. Receber o relatório.

Artigo 35. Relatório da CATC (carta da Igreja de Maragogi, vide Artigo 9.4 desta ata):

1. Admissibilidade: Admissível

2. Material:

1. Não há um relatório;

2. Carta da IR em Maragogi

3. Observações:

1. A carta trouxe um relatório das atividades;

2. A IR de Maragogi disse que, devido as dificuldades do campo, é necessário o chamado de um pastor casado, para servir em Colombo;

3. A IR de Maragogi deseja chamar um pastor e pede conselho às igrejas, para auxiliar na execução do desejo dela com orações e bons conselhos;

4. Os delegados de Maragogi foram informados, nesse concílio, por um dos membros da CATC,  que o apoio financeiro a Colombo encerrará nesse ano de 2011. Essa informação faz necessária uma reavaliação do planejamento desse plano de chamar um pastor para Colombo.

4. Considerações:

1. Considerando a informação de não continuidade no apoio financeiro vindo das igrejas irmãs no exterior (vide ponto 4 das observações).

2. Considerando a necessidade da IR de Maragogi de entrar em contato com os apoiadores, para reavaliar seu apoio a Colombo.

5. O Concílio decidiu:

1. Lamentar a informação recebida quanto a cessação do apoio em 2011;

2. Aconselhar à igreja irmã em Maragogi em buscar os apoiadores, a fim de esclarecer a situação de continuidade do apoio à obra em Colombo (PR).

3. Rogar a Deus que Ele conceda a Igreja de Maragogi condições para que ela continue, segundo a boa vontade dEle, cuidando da congregação missionária em Colombo.

Artigo 36. Relatório das contas da Confederação

1. Admissibilidade: admissível

2. Material: Relatório da Igreja de Maragogi (responsável pelas contas)

3. Observações:

1. O relatório não foi encaminhado às igrejas, mas entregue aos delegados no Concílio.

2. No relatório não há discriminação dos valores reais em cada conta. O saldo das contas em 31 de outubro de 2011 era de R$ 24.608,53 (vinte e quatro mil, seiscentos e oito reais e cinquenta e três centavos).  contas do ministério da Palavra e confederação.

3. O relatório informa que a Igreja de Maragogi trabalha, para que a Igreja Reformada do Grande Recife receba as informações bancárias, a fim de que ocorra a auditória das contas da Confederação.

4. Os delegados de Maragogi informaram que, aproximadamente, há os seguintes valores: 1. Na conta para o ministério da Palavra: R$ 16.000,00. 2. Na conta das confederações: R$ 8.608,53.

4. Considerações:

1. Foi considerada a necessidade das igrejas encaminharem a IR em Maragogi as informações quanto aos depósitos feitos;

2. A igreja em Maragogi foi estimulada a buscar às igrejas da Confederação, para obter informações quanto aos depósitos.

3. Considerou-se a necessidade de ser cumprida a auditória das contas e a emissão de um relatório.

4. O Concílio decidiu:

1. Agradecer a Igreja em Maragogi pelo trabalho feito;

2. Receber o relatório.

Artigo 37. Pedido da Igreja Reformada em Esperança:

1. Admissibilidade: Admissível

2. Material: Carta da IR em Esperança

3. Observações:

1. Foi observado que os delegados para julgar o pedido de Esperança precisam saber a posição do Pr. Kauikwagner Jales do Nascimento quanto aos conselhos deste concílio a ele (vide Artigo 31 desta ata);

2. Foi observada a falta de informações quanto a valores financeiros a serem dispensados, para atender o pedido da Igreja Reformada em Esperança.

4. Considerações:

1. O Concílio, considerando: i. a necessidade de receber uma resposta do Pr. Kauikwagner; ii. a falta de informações financeiras para ser usada no pedido; iii. a necessidade de ser eficiente no tratamento do ponto; então, resolve quanto ao modo de tratar o artigo em questão:

i. Convidar o Pr. Kauikwagner Jales do Nascimento, para saber a posição dele quanto a posição do concílio;

ii. Criar, dependendo da posição do Pr. Kauikwagner, uma comissão interna com os seguintes membros: Pb. Moizés Lins, Pr. Flávio José e Pr. Manoel Luís.

iii. Dar o seguinte mandato a essa comissão:

1. Apresentar ao concílio o meio escolhido pelo Pr. Kauikwagner, para atender os conselhos do concílio dados a ele;

2. Apresentar, conforme o meio escolhido, um orçamento e suas bases;

3. Apresentar um prazo para a duração do apoio. 

4. Retomar as atividades às 15h00, a fim de dar tempo para comissão fazer seu trabalho.

Artigo 38. Nova oitiva do Pr. Kauikwagner Jales do Nascimento (vide Artigo 37, ponto 4.1): O moderador apresentou a posição do concílio ao Pr. Kauikwagner, que agradeceu e aceitou os conselhos do Concílio. Com a posição do referido pastor, resolve implementar os pontos 2, 3 e 4 do Artigo 37 desta ata.

Artigo 39. Censura fraternal: foi feito o uso da palavra.

Artigo 40. Encerramento da sessão da manhã: Foi encerrada a sessão com uma oração dirigida a Deus pelo Pr. Flávio José. 

Sessão da tarde – terça, dia 23 de novembro de 2011

Artigo 41. Abertura da sessão: O moderador abriu a sessão com um cântico do “Salmo 150 A” e uma oração ao SENHOR Deus.

Artigo 42. Apresentação do trabalho da Comissão Interna para auxiliar o Concílio no atendimento do pedido da Igreja Reformada do Brasil em Esperança (vide Artigo 37 desta ata):

1. Material:

1. Relatório da comissão interna

2. Correspondência do diretor da Faculdade Internacional de Teologia Reformada (Fitref)

2. Observações:

1. O relatório obedeceu o mandato, apresentando os meios desejados pelo Pr. Kauikwagner, a saber: aulas com os professores do CETIRB (Instituto João Calvino), Fitref sob a tutela de Pr. Laylton Coelho que prestará relatório. Além disso, um orçamento mensal (R$ 1.000,00 por mês), o prazo de duração para ser concedido o apoio financeiro à igreja em Esperança (dezembro de 2011 ao segundo concílio de 2012).

2.  A fonte de recurso apresentada no relatório é a conta do ministério da Palavra;

3.  Foram levantadas objeções quanto a legitimidade do uso da conta do ministério da Palavra como fonte de recurso, para atender o pedido da igreja em Esperança. A conta do ministério da Palavra é destinada “apenas para sustento de vida de seminaristas e pastores” (Maragogi nov/2006; 5.5; 1.2.2.1). 

4. Foi observado que a conta do ministério da Palavra não suportaria a proposta de orçamento apresentada, pois: 1. Há seminaristas casados e que precisaram de apoio financeiro vindos dessa conta; 2. Há o risco de um ministro da Palavra necessitar de sustento adequado da conta do ministério da Palavra (vide Artigo 36 dessa ata)

5. Foi observada que as bases dos valores citados no orçamento proposto não são claras.

6. Foi relatado pela comissão que há condições de reduzir os valores de certos pontos no orçamento apresentado.

7. Foi observada a excepcionalidade da situação do Pr. Kauikwagner Jales do Nascimento que, apesar de não ser um pastor da confederação, é: i. membro da igreja em Esperança; ii. as IRB reconhecem o ofício dele; e, iii. está num processo que visa o seu reconhecimento como um pastor da nossa confederação.

3. Considerações:

1. A conta do ministério da Palavra não deve ser usada como fonte de apoio financeiro ao pedido de Esperança, pois o Pr. Kauikwagner Jales do Nascimento não é seminarista e nem pastor da confederação;

2. A maioria dos delegados acha legítima usar a conta do ministério da Palavra, como fonte de apoio financeiro a igreja em Esperança, pela excepcionalidade da situação do Pr. Kauikwagner (conforme foi apresentado no ponto 7, das observações deste ponto);

3. Há necessidade da comissão interna trabalhar mais na proposta, apresentando um orçamento com bases claras e mais enxuto. 

4. O Concílio decidiu:

1. Encarregar a comissão interna de apresentar uma nova proposta, que auxilie o Concílio a tratar o assunto em questão.

2. Convocar os delegados para se reunirem às 19h30.

Artigo 43. Censura fraternal: Foi feito o uso da palavra.

Artigo 44. Encerramento da sessão: A sessão foi encerrada com uma oração feita a Deus pelo Pb. Moisés Lins.

Sessão da noite – terça, dia 23 de novembro de 2011

Artigo 45. Abertura da sessão: O moderador abriu a sessão com a leitura de Filipenses 2.1-4. Seguiu-se uma oração feita ao SENHOR Deus pelo Pb. Lucio Mauro. 

Artigo 46. Apresentação do novo trabalho da Comissão Interna para auxiliar o Concílio no atendimento do pedido da Igreja Reformada do Brasil em Esperança (vide Artigos 37, 42 desta ata):

1. Material:

1. Relatório reformulado;

2. Correspondência da Fitref.

2. Observações:

1. Foram apresentados os meios (vide Artigo 42.2.1);

2. Foi apresentado um detalhamento do orçamento mensal, a saber: i. Internet: R$ 70,00; ii. Passagens: R$ 100,00; iii. Material didático: R$ 100,00; iv. Ajuda de custo para alimentação durante as viagens: R$ 80,00; v. Fitref: R$ 55,00. O valor total: R$ 405,00.

3. Tempo de duração do apoio à Esperança: dezembro de 2011 ao segundo concílio de 2012;

4. A proposta da comissão interna fala de acompanhamento: i. Pr. Kauikwagner Nascimento apresentará regularmente relatório de suas despesas à igreja de Esperança a fim de que a mesma informe à confederação; ii. O tutor apresentará relatórios trimestrais às igrejas sobre o andamento do período de treinamento.

5. Foi mantida a conta do ministério da Palavra como fonte financeira primária e, caso seja necessário, serão buscadas as diaconias de cada igreja da confederação;

3. Considerações:

1. Considerando  o disposto no Artigo  37 desta ata;

2. Considerando que Pr. Kauikwagner optou pelos meios recomendados por este concílio;

3. Considerando o relatório da comissão interno;

4. Considerando a correspondência do diretor da Fitref.

5. Considerando  que o orçamento ultrapasse o valor estipulado (R$ 405,00), a igreja de Esperança poderá solicitar as diaconias das IRB o complemento desse valor;

6. Considerando que o irmão Kauikwagner é um pastor membro de uma das igrejas da Confederação, disposto a servir como Ministro da Palavra na confederação das IRBs , estamos convictos que ele se encaixa para ser subsidiado pela conta mistério da palavra. 

4. O Concílio decidiu:

1. Apoiar o Pr. Kauikwagner em sua preparação para o exame;

2. Que o responsável da conta da Ministério da Palavra repasse o valor de R$ 405,00  mensais para a conta da IR em Esperança durante dezembro de 2011 até o mês do segundo Concílio de 2012.

3. Durante este período, pastor Kauikwagner irá estudar com o apoio dos professores do CETIRB e da FITRef,  sob a tutela de Pr. Laylton.

4. O Pr. Kauikwagner apresentará regularmente relatório de suas despesas à igreja de Esperança a fim de que a mesma informe as igrejas da confederação.

5. O tutor apresentará relatórios trimestrais às igrejas sobre o andamento o período de treinamento.

6. Incluir o relatório da comissão interna na ata tal como segue abaixo:

Relatório e proposta da Comissão interna para tratar o pedido da igreja em Esperança.

I – Relatório:

  1. Meios utilizados: Aulas com os professores do CETIRB,   utilizando a  FITRef sob a tutela do Pastor Laylton.
  1. Material: 
  1. Conversa com pastor Kauikwagner;
  2. Correspondência do diretor da FITRef.
  1. Detalhamento do orçamento mensal: 
  1. Internet – 70,00
  2. Passagens – 100,00 
  3. Material  didático  – 100,00 
  4. Ajuda de custo para alimentação durante as viagens – 80 reais. 
  5. FITRef –  55,00
  6. Total – 405,00
  1. Tempo de duração: De dezembro 2011 até ao segundo concílio de 2012.  
  1. Acompanhamento: 
  1. O pastor Kauikwagner apresentará regularmente relatório de suas despesas à igreja de Esperança a fim de que a mesma informe a confederação.
  2. O tutor apresentará relatórios trimestrais as igrejas sobre o andamento o período de treinamento. 

II – Proposta ao Concílio:

Considerações: 

  1. Considerando  o disposto no Art.  desta ata;
  2. Considerando que pastor Kauikwagner optou pelos meios recomendados por este concílio;
  3. Considerando o relatório da Comissão;
  4. Considerando a correspondência do diretor da FITRef.
  5. Considerando  que o orçamento ultrapasse o valor estipulado (405,00), a igreja de Esperança poderá solicitar as diaconias das IRBs o complemento desse valor;
  6. Considerando que o irmão Kauikwagner é um pastor membro de uma das igrejas da Confederação, disposto a servir como Ministro da Palavra na confederação das IRBs , estamos convictos que ele se encaixa para ser subsidiado pela conta mistério da palavra. 

O Concílio decidiu:

  1. Apoiar o pastor Kauikwagner em sua preparação para o exame;
  2. Que o responsável da conta da Ministério da Palavra repasse o valor de R$ 405,00  mensais para a conta da IR em Esperança durante dezembro de 2011 até o mês do segundo Concílio de 2012.
  3. Durante este período, pastor Kauikwagner irá estudar com o apoio dos professores do CETIRB e da FITRef,  sob a tutela de pastor Laylton.
  4. O pastor Kauikwagner apresentará regularmente relatório de suas despesas à igreja de Esperança a fim de que a mesma informe as igrejas da confederação.
  5. O tutor apresentará relatórios trimestrais as igrejas sobre o andamento o período de treinamento.”

Artigo 47. Censura fraternal: Foi feito o uso da palavra.

Artigo 48. Encerramento da sessão noturna: O encerramento foi feito com o cântico “Fortalece a tua Igreja” e uma oração feita pelo Pb. Moizés Lins.

Sessão da manhã – quinta, dia 24 de novembro de 2011

Artigo 49. Abertura da sessão: O Pr. Adriano Gama abriu a sessão com uma leitura da Palavra de Deus no Salmo 124. Após isso, foi cantado o Salmo 124 e feita uma oração ao SENHOR Deus.

Artigo 50. Leitura e aprovação dos artigos 28-48 da ata: Ata lida e aprovada.

Artigo 51. Pedido de conselhos da Igreja Reformada do Grande Recife ao Concílio: Essa igreja fez 5 pedidos sobre o processo de disciplina de membros. Em sessão fechada foi apresentado o primeiro caso. Após relatado e estudado foi aprovado.  O Concílio resolveu colocar os outros pedidos para a sessão da tarde. 

Artigo 52. Censura fraternal: Foi feito uso da palavra.

Artigo 53. Encerramento da sessão da manhã: Pr. Manoel Luís conduziu uma oração ao SENHOR Deus.

Sessão da tarde – quinta, dia 24 de novembro de 2011

Artigo 54. Abertura da sessão: O Pr. Laylton Coelho abriu a sessão com uma leitura da Palavra de Deus em 1 Pe 5.1-4. Após isso, o moderador dirigiu uma oração ao SENHOR Deus.

Artigo 55. Retorno aos pedidos de conselhos da Igreja Reformada do Grande Recife (vide Artigo 51 desta ata):  Em sessão fechada, foram apresentados os 4 casos restantes. Após os relatados e considerações,  o Concílio aconselhou a igreja irmã em Recife a seguir o processo de disciplina dos casos apresentados. O concílio rogou as misericórdias do Senhor sobre os casos apresentados e sabedoria para o Conselho da igreja irmã em Recife.

Artigo 56. Notícias das igrejas: Não foi feito o uso da palavra.

Artigo 57. Assinatura do contrato dos seminaristas: O concílio decide deixar esse assunto para o próximo concílio.

Artigo 58. Data do próximo concílio e igreja organizadora: 16 a 20 de abril de 2012. A igreja organizadora será a Igreja Reformada do Grande Recife.

Artigo 59. Comentários individuais: Foi feito o uso da palavra.

Artigo 60. Censura fraternal: Foi feito o uso da palavra.

Artigo 61. Aprovação da ata do dia 24 de novembro de 2011: Ata lida e aprovada. Assim toda ata do concílio foi aprovada.

Artigo 62. Encerramento do concílio: O concílio foi encerrado após o cântico do Salmo 133 e uma oração dirigida ao Senhor Deus pelo Pr. Adriano Gama.

Pr. Laylton Coelho de Melo

Moderador

Pr. Adriano Gama

Vice-secretário